A reportagem do Portal GN1 cometeu um erro na publicação do número de casos confirmados de Covid-19 e citou como sendo 4 o total.  Na verdade, são 3 novos casos e 1 que já foi curado

A Secretaria Municipal de Saúde de Boa Esperança informou nesta terça-feira, 12, que foi registrado mais dois casos confirmados de Covid-19 no município.

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Desde o início da pandemia do novo Coronavírus, Boa Esperança já registrou quatro casos confirmados de Covid-19.  O primeiro foi curado dentro do período normal de tratamento e agora os três novos casos estão sendo monitorados pela equipe de profissionais da secretaria de Saúde de Boa Esperança, em consonância com profissionais da Secretaria de Estado da Saúde.

Total de casos notificados: 54

Ao todo Boa Esperança registrou até esta terça-feira, 12, um total de 54 casos notificados. De ontem para hoje houve um aumento de 11 novos casos, entre suspeitos e confirmados como sendo Covid-19.

Segundo a secretaria de Saúde 22 pessoas ainda são consideradas como casos suspeitos; 28 casos já foram descartados; 4 foram confirmados com a Covid-19; desses 4, apenas 1 caso já foi curado e os três novos estão em tratamento.  Até agora não nenhum óbito no município.

De acordo com informações do boletim, a secretaria reforça que, após reconhecido o Estado de Transmissão Comunitária, todos os pacientes com Síndrome Gripal (SG) serão notificados como caso suspeito, porém as coletas de material para realização de exame serão somente em pacientes da seguinte forma: Pacientes que estejam hospitalizados; Profissionais de Saúde; Profissionais das forças de segurança; Idosos em instituições de longa permanência; Gestantes; Privados de liberdade; Pessoas entre 45 e 59 anos portadores de comorbidades e com febre aferida e com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Neste caso os pacientes suspeitos que não se enquadram nas categorias citadas acima, serão notificados como síndrome gripal para COVID-19 e não terão amostras coletadas, mas serão acompanhados pelos profissionais de saúde da Vigilância Epidemiológica e Estratégia Saúde da Família (ESF).

Ainda segundo o boletim oficial, os pacientes nos quais não forem coletadas amostras, deverão cumprir o isolamento de 14 dias, respeitando as orientações dos profissionais de saúde e o Termo de Consentimento de Isolamento, assinado pelo paciente no momento em que a notificação é realizada.

A secretária de Saúde Ana Rosa Marin reforçou mais uma vez a necessidade dos moradores seguirem as orientações de distanciamento social e usar máscaras, além de só saírem de casa, em extrema necessidade.

Novos decretos foram publicados pelo prefeito Lauro Vieira, contendo novas medidas para evitar disseminação do coronavírus no município, dentre elas: uso obrigatório de máscaras de proteção facial e barreiras sanitárias instaladas nas saídas e entradas da cidade.

Na manhã desta segunda-feira, 11, equipes de Saúde começaram a parar todos os veículos que chegam ao município, medindo a temperatura, entrevistando todos os ocupantes do veículo e também passageiros nos ônibus na rodoviária.

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO