Diante das fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo na última semana, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) solicitou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a prorrogação do prazo para vacinação do rebanho contra febre aftosa, que terminaria neste sábado (30). Com a medida, os pecuaristas têm agora até o dia 15 de dezembro para realizarem a imunização de bois e búfalos de todas as idades.

O diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, explica que a principal preocupação do órgão é com a eficiência da vacinação e a imunização dos animais. “Estamos com um percentual baixo de comprovação de vacinação até o momento, em torno de 50%. Temos conhecimento de que muitos pecuaristas enfrentaram dificuldades para manejo do rebanho em função das chuvas excessivas, sobretudo nas regiões metropolitana e centro-sul do Estado. Diante disso, demandamos a prorrogação à Superintendência Federal de Agricultura no Espírito Santo (SFA-ES), órgão vinculado ao Mapa, que foi sensível à situação, concedendo o prazo solicitado”, disse.

publicidade

Comprovação

O prazo para comprovação, procedimento que também é obrigatório, foi ampliado até o dia 15 de dezembro pelo site do Idaf ou até o dia 25 nos escritórios.

As vacinas podem ser adquiridas, apenas durante o período da campanha, em lojas agropecuárias cadastradas junto ao Idaf.

Confira os novos prazos:

Vacinação: 15 de dezembro

Comprovação da vacina pela internet: 15 de dezembro

Comprovação da vacina nos escritórios do Idaf: 25 de dezembro