conteúdo publicitário

A campanha do aniversário de 65 anos do Incaper tem como tema a frase “Do apoio ao agricultor à mesa do capixaba”

Os 65 anos do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) foram comemorados, nesta terça-feira (16), no Plenário Dirceu Cardoso, durante sessão da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales). A comemoração teve como destaque as conquistas no Instituto, com foco especial para a atuação dos servidores, que começa com o apoio ao agricultor no campo, tendo o objetivo de resultar na qualidade dos alimentos que chegam à mesa do capixaba.

conteúdo publicitário

O Incaper tem o trabalho focado na melhoria de vida e do trabalho da agricultura familiar, por meio de políticas governamentais e da difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos que garantam ganhos de ordem social, econômica e ambiental. Em 2021, a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) do Incaper realizou mais de 29 mil serviços em todo o Espírito Santo, entre atendimentos presenciais e on-line, palestras, cursos, elaboração de crédito rural e outros. A pesquisa do Incaper desenvolve, atualmente, 127 projetos com as principais temáticas nas áreas de cafeicultura, fruticultura, agroecologia, desenvolvimento socioeconômico e outras.

A sessão de comemoração teve a participação do diretor-presidente do Incaper, Antônio Machado; do secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto; do gerente de Ciência, Tecnologia e Inovação Matheus Benincá, da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides); de deputados estaduais e demais autoridades.

Também neste ano, o Incaper fomentou ações de capacitação, por meio de cursos on-line destinados aos técnicos e produtores rurais. Foram ministrados cursos das culturas de abacate e uva, além de cursos presenciais de bovinocultura sustentável. O diretor-presidente do Instituto, Antônio Machado, destacou o lançamento, realizado no início novembro, de quatro tecnologias para a produção de café conilon sustentável, que têm os objetivos de reduzir custos, facilitar o manejo das lavouras de café e melhorar a condição de trabalho dos produtores rurais.

“Durante a pandemia, a agricultura continuou firme, dia a dia, sol a sol, produzindo e abastecendo as feiras e supermercados, ou seja, a agricultura trouxe o equilíbrio necessário para a economia do Espírito Santo e do País. E quem faz essa economia girar está na extensão, na pesquisa, e trabalhando na organização dessa instituição que tem 65 anos e merece todo o nosso carinho e respeito. Vamos continuar firmes no objetivo de contribuir com o desenvolvimento da agricultura. Parabéns aos servidores do Incaper, responsáveis por toda essa trajetória de sucesso”, completou Machado.

“Toda a história de 65 anos do Incaper faz com que o Estado do Espírito Santo se eleve como referência nacional na agricultura. Esse sucesso foi construído ao longo do tempo e o Incaper conquistou um papel de destaque para o equilíbrio social e econômico do Estado. Nossa fala é de gratidão e muito obrigado a todo o esforço dos servidores do Incaper. Parabéns a todos”, disse Foletto.

O aniversário do Incaper também se vincula à Jornada Capixaba de Ciência e Inovação e a 18ª Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, por articular ciência e tecnologia à qualidade de vida dos capixabas, com apoio à produção de alimentos seguros e saudáveis.

“O Incaper é uma das formas mais claras de traduzir o que é inovação. É por meio do conhecimento que se consegue produzir um avanço, um benefício e uma melhoria na vida da pessoa. O Incaper faz isso desde sua criação e tem essa missão de inovar o campo e ajudar a nossa sociedade, demonstrando que a conversão de conhecimento em riqueza e em bem-estar social é uma das ações mais importantes que a gente como sociedade deve primar”, destacou Benincá.

“Estamos juntos no empenho de construir um reconhecimento pela capacidade técnica, profissional, científica e laboral de cada servidor do Incaper”, disse a deputada estadual e presidente da Comissão de Agricultura da Ales, Janete de Sá.

Exemplo de Vitória

A campanha do aniversário de 65 anos do Incaper tem como tema a frase “Do apoio ao agricultor à mesa do capixaba”, representando o auxílio ao produtor rural, que tem início no campo, passa por diversos trabalhos integrados de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, até resultar na qualidade do alimento consumido diariamente pelo capixaba.

Uma das conquistas que exemplificam essa temática é o desenvolvimento da banana Vitória, uma cultura resistente às principais doenças que atingem a bananeira. A produção de banana foi ameaçada no Espírito Santo e no Brasil devido às doenças e uma ameaça que surgiu na década de 1990. O trabalho do Incaper, desenvolvido durante 30 anos, foi fundamental para que a produção da fruta no Estado não sofresse impactos negativos. Confira o vídeo que conta a história da banana Vitória, disponível nas redes sociais do Incaper.