De acordo com a polícia, o sistema utilizado no golpe capturava senhas e dados bancários das vítimas, em sua maioria, correntistas de banco.

Dois suspeitos de aplicar um golpe denominado “Smishing” foram presos em flagrante na quarta-feira (24), no bairro Coqueiral de Itaparica, em Vila Velha. A Polícia Civil, por meio do Departamento Especializada de Investigações Criminais (DEIC), apreendeu equipamentos e diversos eletrodomésticos de alto valor, que teriam sido adquiridos com o dinheiro ilícito.

De acordo com a polícia, o sistema utilizado no golpe capturava senhas e dados bancários das vítimas, em sua maioria, correntistas de banco. Eram usados diversos equipamentos eletrônicos, que permitiam que fossem enviados SMS’s para mais de 5 mil vítimas simultaneamente, direcionando-as para sites falsos de instituições bancárias.

Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Material apreendido pela Polícia Civil
- CONTEÚDO PUBLICITÁRIO -

Ainda segundo a polícia, foi uma compra de quase R$ 20 mil em uma loja de eletrodomésticos que levantou suspeitas sobre os supostos consumidores: Victor Lohran Cortês e Marcio Almeida de Oliveira Filho, ambos de 25 anos. A suspeita foi comunicada ao DEIC e não demorou muito para a polícia descobrir que a compra dos eletrônicos foi bancada com dinheiro vindo de golpes aplicados por meio de e-mails e mensagens de celular.

O delegado do DEIC, Romualdo Gianordolli, revelou que Vitor e Marcio contavam com a ajuda de um hacker de Brasília, que já foi identificado. Segundo o delegado, o terceiro suspeito era responsável por organizar os lucros da quadrilha.

Os suspeitos foram autuados por furto mediante fraude e associação criminosa. Eles estão presos no Complexo Penitenciário de Viana.  Fonte: Folha Vitória