Senador Magno Malta e o presidente eleito Jair Bolsonaro. Foto: reprodução/Facebook
publicidade

Por Antônio Carlos da Silva  .  e-mail: antoniocarlos@portalgn1.com

Matéria atualizada às 14:40h

PH com Rose

A senadora Rose de Freitas (Podemos) tem tudo para ser a candidata oficial do governador Paulo Hartung (MDB).

PSD com Rose

A prova de que Rose de Freitas (Podemos) terá o DNA de Hartung em sua campanha foi comprovada na manhã deste domingo, 29, na Câmara de Vitória.  O PSD, um dos partidos do bloco palaciano não declarou oficialmente apoio a senadora ao governo do Estado, entretanto, os membros do partido manifestaram o desejo de compor com Rose, que esteve presente no encontro.

Amaro Neto, Rose de Freitas, Neucminar Fraga e Zé Carlinhos. Foto: Eduardo Dias – Gazeta on line

Rose já tem ao seu lado o PRB, com Amaro Neto ao senado, e ao que tudo indica terá as outras siglas governistas, a exemplo do MDB, PMN, PEN e até o PTB, que tem buscado um voo solo, com Aridelmo Teixeira na disputa ao governo.

Vice de Rose

O vice-presidente estadual do PSD, Zé Carlinhos tem o nome cotado para ocupar a vice de Rose ou ser o primeiro suplente de Amaro, conforme já mencionado nesta coluna.

PPS ameaça deixar Casagrande

Em tom de ameaça, chantagem e insatisfação, o PPS abriu a possibilidade de deixar o palanque de Casagrande (PSB) e migrar para o lado da senadora Rose de Freitas (Podemos).  A matéria foi veiculada em A Tribuna deste domingo, 29.

Segundo o diário da capital, o partido reclama que está ficando isolado e sendo desfavorecido nas composições proporcionais. O posicionamento de dois vereadores contra o PPS na Câmara de Vitória também estariam no pacote.

Proporcional é prioridade do PPS

O PPS é aliado antigo do PSB, inclusive participou na vice na eleição de 2014, com Fabrício Gandini, e tem apresentado nomes para a vice, com destaque para o ex-deputado federal e ex-prefeito de Vitória Luiz Paulo Velozzo Lucas e o deputado estadual Da Vitória, ambos recém-chegados ao partido.

Indagado se a cadeira de vice poderia apaziguar a insatisfação, o presidente regional do PPS, o vereador Fabrício Gandini foi enfático: “Nossa prioridade é coligação federal e estadual. Não tem como trocar”.

Bombeiros em ação

Certamente que os “bombeiros do PSB” já entraram em ação para apagar o “fogo amigo”.

Por outro lado, mesmo levando em conta que em política tudo pode acontecer, a essa altura do campeonato, uma aliança entre PPS, com MDB de Hartung, PRB de Amaro Neto e o Podemos de Rose, seria no mínimo “bizarra”. Esses partidos tem interesse declarado à Prefeitura de Vitória.

Sem falar que 2020 não está tão longe e as estratégias e fechamentos de PSB e PPS já estariam bem articuladas para a futura eleição municipal.

Magno com PSL de Bolsonaro

O guru e jornalista Rogério Medeiros escreveu em sua coluna Sócioeconômicas, em Século Diário, edição deste sábado, 28, uma ampla matéria relatando sobre o cenário político no Espírito Santo, com foco no posicionamento do senador Magno Malta (PR) na eleição deste ano.  “Se o senador aceitar o desafio de Bolsorano e Manato para o governo, o jogo eleitoral incendeia no Estado”, traz o subtítulo da matéria.

Na visão de Rogério, o Espírito Santo tem hoje quatro pré-candidaturas, com a eleição polarizada entre Casagrande (PSB) e Rose (Podemos).  Ele cita ainda o nome do advogado André Moreira (PSOL).

Magno com PSL de Bolsonaro II

“E esboça-se outra candidatura, esta sim para assustar os dois principais candidatos já postos, do deputado federal Carlos Manato, do partido do presidenciável Jair Bolsonaro (RJ), o PSL. Para fazer dupla com Manato, teria a candidatura de Magno Malta ao Senado. Ambos são os que conduzem a eleição presidencial de Bolsonaro no Estado. Esta dobradinha embolaria o jogo.”

É bom relembrar que Magno Malta era o “noivo” que Bolsonaro aguardava no altar das convenções, para assim selar o “casamento do ano” com o PR, visando a ampliação do tempo de TV e rádio e outros benefícios.

Então, se Magno tem todo este prestígio com Bolsonaro – e vice-versa – que está liderando sem Lula, nas pesquisas, a tendência é que o senador mantenha-se na chapa do PSL capixaba.

PSL define Coronel Foresti governador

O meu ponto de interrogação está justamente aí.  O PSL referendou em reunião do diretório estadual na manhã deste sábado, 28, a candidatura a governador do tenente-coronel da PM Carlos Alberto Foresti. A pré-candidata a vice é Adriana Bôas – presidente do PSL Mulher -, com o sub-tenente Assis ao Senado, e a segunda vaga em aberto, “aguardando definições partidárias”, segundo a nota.  Saiu até foto de campanha!

Leia mais

PSL confirma Coronel Foresti para o governo, com Adriana Bôas de vice

 

O PSL lançou em reunião o tenente-coronel da PM Carlos Alberto Foresti governador e vice Adriana Bôas

PSL faz convenção dia 31

A convenção partidária do PSL capixaba ocorrerá oficialmente na terça-feira, 31, às 19h, no clube Álvares Cabral, em Vitória, e contará com a presença do presidenciável do partido, Jair Bolsonaro.  Seria de bom tom, aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Magno declara apoio a Bolsonaro

O senador Magno Malta esteve neste sábado, 28, em Nova Venécia, participando do Seminário de Capacitação Agentes pela Vida, ocasião em que foram debatidos a pedofilia, o bullying e os maus-tratos.

Na imprensa regional o senador declarou apoio ao pré-candidato a presidente Bolsonaro (PSL). Magno frisou que ainda não definiu o seu posicionamento nas eleições, ou seja se fica com Casagrande, Rose ou Foresti, e se o PSL mudar o candidato a governador, conforme prevê, Século Diário, com Manato ao governo.

Opiniões pessoais à parte, mas a tendência natural diante da relação pessoal e dos últimos acontecimentos, é que Malta feche aliança com o PSL de Bolsonaro.

Vice de Casagrande

E por falar em tendência.  Na Mira tem opinião sugestiva que o vice de Casagrande tem “quase tudo” para ser o ex-deputado Jurandy Loureiro (PHS).  É que lideranças da Cadeeso, organização máxima das Igrejas Assembleia de Deus fez a indicação de Loureiro, e tem força para tal solicitação.  Ainda tem as indicações do PPS com os nomes de Luiz Paulo e Da Vitória, que são pré-candidatos a deputado federal.

Na sexta-feira, (27) representantes das convenções das igrejas Assembleia de Deus no Estado estiveram reunidos com o ex-governador Renato Casagrande (PSB) e oficializaram a solicitação.

Representantes da Cadeeso estiveram reunidos Casagrande e oficializaram a solicitação. Foto: divulgação/Facebook

Cadeeso com força na indicação

Jurandy trabalhava para disputar uma vaga ao Senado, contudo, devido ao congestionamento de candidatos para às duas vagas, a Cadeeso e outras convenções ligadas à denominação evangélica decidiram pleitear a vice de Casão.

PSB pressionado

O PSB está sendo pressionado de todos os lados e terá que ter a sabedoria para nos momentos finais dos fechamentos das chapas não perder aliados, como já manifestou o PPS, aliado de primeira hora.

Outra dúvida que com certeza está pairando sobre os caciques do ninho da pomba, é quanto à pré-candidatura do deputado estadual Da Vitória (PPS) a federal.  Por isso, o seu nome tem grandes chances de ocupar mesmo a vice de Casagrande.  O PPS ainda tem outros nomes: Vinícius Simões, Fabrício Gandini e Luiz Paulo Vellozo Lucas.

Eleição de Foletto ameaçada

Não é segredo que Da Vitória ameaça a reeleição do deputado federal e homem forte do PSB, Paulo Foletto, a ponto de analistas políticos opinarem que ele superaria Foletto nas urnas.

Além de Da Vitória e Foletto, Colatina domicílio eleitoral dos dois, ainda há outras pré-candidaturas fortes para federal no município e região, com o destaque para o também colatinense ex-presidente da Findes Marcos Guerra (PSL), embalado com o crescimento antecipado da campanha de Bolsonaro à presidente.

O ex-presidente da Findes Marcos Guerra é uma das apostas do setor industrial capixaba. Foto: arquivo GN1

PSB de Boa Esperança firme com Casão

O PSB de Boa Esperança liderado pelo ex-prefeito Valdir Turini e presidido pelo secretário de Esportes Rogério Vieira estão firmes em defesa do pré-candidato a governador Renato Casagrande (PSB).  São antigos aliados.

Neste sábado, 28, os socialistas receberam a visita do deputado federal Paulo Foletto, deputado estadual Freitas e do ex-prefeito de Pinheiros Antônio da Emater, pré-candidato a deputado estadual.

Em comitiva eles visitaram a UBS de Santo Antonio, juntamente com o prefeito Lauro Vieira, secretária de Saúde Ana Rosa Marin, de Planejamento Ronaldo Lubiana, de Esportes Rogério Vieira, entre outros.  A obra foi construída com emenda viabilizada  por Foletto no final do mandato de Romualdo e Valdir.

Deputados Foletto e Freitas com o prefeito Lauro Vieira, secretários, empresário Valdir Turini e outras lideranças

Lauro Vieira decidirá candidatos no dia 15

Durante a reunião na sua residência neste sábado, 28, com Foletto, Freitas, membros do PSB e outras lideranças, o prefeito Lauro Vieira (PSDB) disse que irá decidir sobre quais candidatos apoiará em conjunto com o seu grupo, após o registro das candidaturas que ocorrerá, conforme determina a legislação eleitoral, até o dia 15-08.

Tudo indica que o prefeito não irá apoiar apenas um candidato a deputado federal e estadual.  Pelo que se sabe nos bastidores, ele dará preferência aos deputados que mais liberaram recursos ao longo dos últimos anos para Boa Esperança.  Muito justo!

Beneficiados

Os beneficiados seriam em tese, os 13 membros componentes da bancada federal: dez deputados federal e três senadores.  Até então, tudo indica que todos os 10 deputados disputarão a reeleição.  Os senadores Ricardo Ferraço (PSDB) e Magno Malta, também virão à reeleição, já Rose de Freitas (Podemos), que tem mandato garantido por mais quatro anos, disputará o governo do Estado.

Rose em Boa Esperança

Falando em Rose, em Boa Esperança a tendência natural e pela conjuntura política, é que ela seja apoiada pelo vice-prefeito Valdirim (MDB) e pelo ex-prefeito Amaro Covre (DEM).

Romualdo oficializará candidatos dia 15

O ex-prefeito Romualdo Milanese (SD) está fechado com o deputado federal Dr Jorge Silva (SD).  Para deputado estadual, Romualdo afirmou que somente decidirá após o registro das candidaturas, dia 15-08.  No entanto, aliados de primeira hora do ex-prefeito confidenciaram que ele deverá apoiar em Boa Esperança, o atual deputado Freitas (PSB), aliado forte de Casagrande.

SD oficializa Rizonete para estadual

O Solidariedade realizou neste sábado, 28, na sede da Assembleia Legislativa, a convenção estadual para definição das candidaturas e coligações.

Na ocasião foram referendados, entre outros nomes, os de Dr Jorge Silva à reeleição e de Rizonete Oliveira.  Ela é advogada, ex-vereadora e ex-secretária de Educação do prefeito Lubiana Barrigueira (PSB).

Romualdo Milanese, Rizonete Oliveira, Dr Jorge Silva e Cimar do Altoé
publicidade