Propiciar condições adequadas aos servidores na execução das atividades de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. Com este objetivo, o Governo do Estado fez a entrega de 48 veículos, 202 computadores e 204 estabilizadores (nobreaks) para unidades do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). A solenidade de entrega dos equipamentos foi realizada na manhã desta sexta-feira (30) na sede do Instituto, em Vitória, com a presença do governador Renato Casagrande.

“O Incaper é o principal instrumento do nosso desenvolvimento no interior do Estado, proporcionando que a gente fortaleça a atividade econômica da grande maioria dos municípios. Estruturar o Incaper, valorizar seus profissionais, dar melhores condições de trabalho é o que a gente precisa para recuperar a importância política do Incaper. Além disso, é um sinal claro de prioridade para a agricultura familiar do Espírito Santo”, disse o governador.

publicidade

O secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto, destacou a qualificação do corpo técnico do Incaper e a necessidade de valorização da instituição. “O Incaper é um órgão que lança grandes resultados, impulsionando fortemente o desenvolvimento da nossa agricultura. A instituição merece todo o esforço para estar sempre bem aparelhada e tenha possibilidade de fazer pesquisa, assistência técnica e extensão rural com excelência”, afirmou.

Os equipamentos serão utilizados para a ampliação dos atendimentos aos agricultores familiares capixabas, gerando resultados positivos para o desenvolvimento socioeconômico sustentável do Estado.

Para o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, a entrega dos equipamentos serve de motivação para os servidores. “Os excelentes resultados que a família Incaper faz aos agricultores capixabas são valorosos, transformam a vida das pessoas e são parte importantíssima da economia no nosso Estado. Depois de um longo período de desvalorização, os mais de 500 servidores do Instituto finalmente ganham um novo fôlego. Essas entregas fecham o ano de 2019 com chave de ouro”, avaliou.

Cleber Guerra, servidor de carreira do Incaper e que atualmente exerce o cargo de diretor administrativo-financeiro, concorda: “Ao longo dos meus 47 anos dedicados ao setor público agrícola capixaba, devo testemunhar que a pesquisa, assistência técnica e extensão rural no Espírito Santo nunca contou com tanto apoio governamental, como ocorreu este ano. Da mesma forma, nunca se viu o esforço de um secretário da Agricultura para melhorar a integração entre a Secretaria e suas três vinculadas: Incaper, Idaf e Ceasa. É importante destacar também o papel do nosso diretor-presidente na integração desses apoios em prol do soerguimento de nossa Instituição”, declarou.

Ex-presidente do Incaper, o Deputado Federal Evair de Melo destaca a importância do órgão para os capixabas. “Tenho profunda admiração e respeito pelo Incaper pelos relevantes serviços prestados ao desenvolvimento da agropecuária e em favor das famílias rurais capixabas”, declara Evair.

Durante o evento, foram assinadas duas ordens de serviço: uma para a elaboração do projeto de reforma da sede do Incaper, e outra também para a elaboração de projetos para reforma das unidades do interior. Ainda na ocasião, foram lançadas duas publicações. O Balanço Social, com informações a respeito do impacto das tecnologias desenvolvidas e/ou recomendadas pelo Incaper; e o Incaper em Revista, cujo tema foi a “Sustentabilidade na Agropecuária Capixaba”.

As publicações foram apresentadas ao corpo técnico do Incaper numa reunião realizada logo após a solenidade, e estão disponíveis gratuitamente no site da Biblioteca Rui Tendinha.

Bate-papo com servidores

Antes da solenidade, o governador Renato Casagrande, o secretário Paulo Foletto, os diretores do Incaper e outras autoridades conversaram com os servidores do Instituto que atuam no interior. Por meio de uma webconferência, os servidores dos 78 municípios capixabas tiveram a oportunidade de conhecer as ações desenvolvidas em prol da reestruturação do Instituto, bem como as perspectivas para os próximos anos.

“Temos que fazer um esforço imenso para retomar nossas estruturas de Governo. Encontramos vários órgãos, inclusive o Incaper, com uma capacidade de produção muito ruim, completamente desestruturado. Poucas estruturas de Governo apresentaram à Secretaria de Economia e Planejamento um plano de investimentos viável, exequível para o ano de 2019. O Incaper apresentou seu planejamento de maneira organizada, já apresentou também o que precisamos avançar em 2020, 2021 e 2022. Vamos retomar e recolocar o Incaper na posição de destaque no cenário do crescimento do agronegócio no Espírito Santo”, garantiu o secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc.

Na oportunidade, servidores do Incaper também fizeram suas manifestações. “É uma honra falar ao governador em nome do Administrativo do Incaper. Ao longo deste ano, percebemos muitas mudanças positivas com a retomada do diálogo com o Governo. Renova nossas esperanças de um Incaper reestruturado, mais forte para nós servidores e para toda a sociedade”, disse Marisa Stein, do Escritório Local de Desenvolvimento Rural (ELDR) do Incaper em Domingos Martins.

O pesquisador do Incaper, Inobert Melo Lima, destacou a importância dos investimentos no Instituto. “Só temos a agradecer pelos carros e pelos computadores adquiridos. Fazemos uma pesquisa aplicada, direto ao campo, e necessitamos destes equipamentos para conhecer a realidade do campo, porque a nossa pesquisa tem que ir direto ao produtor”, apontou.

“A presença do governador na nossa sede, na sede do Incaper, mostra a seriedade e o compromisso que o Governo tem com a missão difícil, mas importante, de reestruturar e reerguer o nosso Instituto e colocar o Incaper no lugar que ele merece: um lugar de destaque na promoção do desenvolvimento do meio rural capixaba, da agricultura familiar, desenvolvimento regional”, pontuou Fabio Dalbom, extensionista do ELDR do Incaper em Iúna.

Recursos

A aquisição dos equipamentos de informática foi possível graças a um planejamento elaborado pela equipe do Incaper, com propostas de ações de adequação e modernização da infraestrutura física e tecnológica do Instituto, a serem desenvolvidas entre os anos de 2019 e 2023.

As ações preveem a adequação, o fortalecimento e a modernização da infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação, com o ajustamento das estações de trabalho e da rede local. Além disso, a infraestrutura física também será adequada e modernizada após a elaboração de projetos de arquitetura, engenharia e, posteriormente, a execução de reformas e adequações da infraestrutura predial.

Os 48 veículos foram adquiridos com recursos da ordem de R$ 2 milhões, oriundos de uma descentralização orçamentária da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag). “São recursos próprios que o Governo do Estado disponibilizou para o Incaper”, lembrou Cleber Guerra.

“Os dois equipamentos são ferramentas importantíssima para melhor atender os produtores. Os projetos e planos de assistência técnica serão elaborados nos computadores e os carros vão levar os resultados da pesquisa e as ações de assistência técnica e extensão rural aos rincões do interior. O agricultor familiar é aquele que mais precisa da mão amiga do poder público”, exemplificou o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado.