No grupo de Gildevan Fernandes, seus apoiadores mais próximos afirmam que ele é candidatíssimo a prefeito em 2020, porém ele ainda não emite sinais que irá disputar as eleições.

Nos bastidores da política em Pinheiros as articulações e especulações para as eleições 2020 seguem a todo vapor, embora os possíveis postulantes ainda não se manifestem em público.  Ao que tudo indica, essas articulações serão intensificadas a partir deste mês de março, com o fim do feriadão de Carnaval.

O atual prefeito Arnóbio Pinheiro, hoje no PRB, ainda diz refletir sobre a possibilidade de ser candidato a reeleição.

De volta ao PSB

- CONTEÚDO PUBLICITÁRIO -

O prefeito que tem a avaliação da administração positiva, se diz focado em administrar o município e tocar as obras que já estão em andamento.  Entretanto, os bastidores informam que Arnóbio Pinheiro já avalia sua migração para o PSB à convite do governador Renato Casagrande (PSB) e já busca o fortalecimento da sua base, dando claros sinais que se prepara para disputa.

Pela proximidade com Casagrande, a possibilidade de migração do PRB para o PSB é enorme, levando-se em consideração o histórico do dois e o apoio recebido de Casão nas eleições de 2016.

Cabo de guerra

O PRB, certamente já está fazendo uma grande força para manter o prefeito na sigla.  Tanto é que tem sido veiculadas notinhas em jornais de grande circulação na Grande Vitória, citando o nome de Arnóbio Pinheiro como um dos candidatos à reeleição do partido.

Articulador regional

Aliás, o jornalista Arnóbio Pinheiro nos anos 90 foi um dos articuladores políticos do PSB na região, sendo responsável pela fundação no ano de 1992, do partido em Boa Esperança, em consonância com o também jornalista Antônio Carlos da Silva e José Lino Zanol, na época servidor do município.

Na época de Adelson Salvador, Wilson Japonês, Gildevan Fernandes, entre outros, em nível regional; Renato Casagrande, Renato Soares, Rui Tendinha (in memoriam), Odmar Nascimento, Luiz Carlos Ceciliotti, entre outros em nível estadual…

Somente no ano de 1996, após quatro anos de existência em Boa Esperança, o PSB participou da sua primeira eleição, com a filiação do filho do ex-prefeito Amaro Covre, Guto Covre, aliados do então prefeito Cico Furlan e diversas outras lideranças.

Vice de olho na vaga

Ainda no grupo do prefeito aparecem os nomes do vice-prefeito Paulo Jovânio, hoje no DC, que já se declara pré-candidato a prefeito, caso Arnóbio não busque a reeleição.

Segundo informações de bastidores, o vice também articula sua entrada no PSB.

Dentro ninho da pomba podem aparecer novidades com os nomes do atual vereador Edvan Santos, irmão do vice-prefeito Paulo Jovânio e do diretor municipal Ailton Balbino.

Lula na disputa

Também corre nos bastidores que o candidato a deputado estadual nas últimas eleições pelo PCdoB Aloísio Lula, o Lulinha já se articula e aguarda detalhes para se colocar como pré-candidato a prefeito, Lulinha surpreendeu nas últimas eleições, quando obteve mais votos no município de Pinheiros que o ex-prefeito Antônio da Emater (PSB).

Gildevan ainda indefinido

No grupo do ex-deputado estadual e ex-prefeito Gildevan Fernandes (sem partido) seus apoiadores mais próximos afirmam que ele é candidatíssimo a prefeito em 2020, porém Gildevan não emite sinais que irá disputar as eleições.

Segundo informações, Gildevan certamente irá aguardar as pesquisas eleitorais e caso apareça com boa densidade eleitoral, não abrirá mão da disputa. Somente para relembrar Gildevan não disputou as eleições de 2018.

O ex-deputado Gildevan Fernandes foi prefeito de Pinheiros por dois mandatos e reeleito deputado em 2014. Foto: Ales

Plano B

Informações de pessoa influente no meio político de Pinheiros, no grupo do ex-deputado e ex-prefeito o plano B é lançar o ex-vereador derrotado nas últimas eleições Tico Gagno (MDB) ou o atual vereador Pablo Renan (PV), que teoricamente, só viria para disputa com as bençãos de Gildevan.

Bê do Sobrado e Edilson

Outros nomes que podem aparecer nas articulações, são dos ex-vereadores Bê do Sobrado (PSDB) e Edilson Monteiro (PDT).

Edilson que já foi líder do ex-prefeito Antônio da Emater na Câmara Municipal, se distanciou do aliado após as articulações para união dos grupos de Antônio e Gildevan nas eleições 2016.

Bê do Sobrado foi assessor do governo Paulo Hartung na Seag, e agora é vez de Edilson, que assumiu neste mês direção do CRE, em São Mateus.

PSL terá nome

O PSL também pode apresentar um candidato a prefeito em Pinheiros em 2020: o professor Pablo Viana.  Ele não confirma, mas já é visível suas movimentações para se colocar na disputa.

Baseados nos planos do PSL nacional e da direção estadual do PSL no Espírito Santo, a sigla deverá ter prefeitáveis em praticamente todos os 78 municípios.

O presidente estadual Carlos Manato emite sinais de que pretende fortalecer o PSL, visando logicamente as eleições de 2022, quando almeja sem segredos, a eleição para o Governo do Estado novamente.  Em 2018 ele ficou em segundo lugar, perdeu para Casagrande, no entanto, ultrapassou a senadora Rose de Freitas (Podemos).

Por Antônio Carlos da Silva