O acusado foi conduzido para a Delegacia, onde foi interrogado, confessando os fatos. Na sexta-feira, 14, ele foi conduzido ao presídio de Vila Velha

Depois de receber várias denúncias anônimas de que o indivíduo I.C.S estaria mantendo relações sexuais com uma criança de 11 anos, o Conselho Tutelar, após identificar a vítima, a levou à Delegacia de Polícia Civil de Barra de São Francisco na última quinta-feira, 12.

A Polícia Civil confeccionou a ocorrência e após as providências de praxe, a vítima foi encaminhada para exame de conjunção carnal, na sexta, 13.

- CONTEÚDO PUBLICITÁRIO -

O laudo foi entregue no mesmo dia, atestando a não virgindade da criança. “De imediato representamos pela prisão do investigado, pleito prontamente acolhido pelo juízo“, disse o Delegado de Polícia Civil, Dr. Leonardo Forattini Dutra.

De acordo com informações, o homem se aproveitou da proximidade que tinha com familiares da criança para cometer o crime.

A Polícia Civil recebeu informações, por volta de 19h, de que o investigado estaria transitando pelas ruas do centro da cidade. Policiais montaram um cerco e conseguiram abordá-lo, dando cumprimento à ordem de prisão.

O acusado foi conduzido para a Delegacia, onde foi interrogado, confessando os fatos. Na sexta-feira, 14, ele foi conduzido ao presídio de Vila Velha.

“Vale lembrar a importância das denúncias anônimas. O sigilo sempre será absoluto. Todas as denúncias são investigadas”, destacou Dr. Leonardo.

A polícia fez um apelo à população: “quem souber de qualquer fato dessa natureza, ligue 181, 190, ligue para a Delegacia, ligue para o conselho tutelar, faça a denúncia. O fato será devidamente apurado. Embora seja dever do Estado, a segurança pública é direito e responsabilidade de todos“, enfatizou.

O nome do homem não foi divulgado para preservar a imagem da criança.  Fonte: Site Barra – Fotos: Robertinho