Casagrande confirmou o atendimento à luta do deputado em recente visita à unidade da Marcopolo, em São Mateus, antes de viajar para a Itália

Prioridade do quarto mandato do deputado estadual Freitas, o novo Hospital Roberto Arnizaut Silvares (HRAS), em São Mateus, está cada vez mais próximo de ser concretizado. A luta é um sonho que virou necessidade em face de o prédio atual não ser mais suficiente para atender com qualidade à grande demanda, já que o HRAS é referência para a macrorregião, composta pelo norte capixaba, extremo sul baiano e leste mineiro.

Em visita à unidade da Volare, em São Mateus, acompanhado do deputado Freitas, o governador Renato Casagrande confirmou a decisão de construir um novo prédio para o HRAS.

- CONTEÚDO PUBLICITÁRIO -

“A decisão nossa é fazer um novo ‘Roberto Silvares’.  O projeto já está em andamento. Nós estamos fazendo os primeiros levantamentos. A situação do Roberto Silvares é a situação de um prédio antigo, e é difícil a gente reformar uma casa muito antiga. Então, a ideia é que a gente possa construir um hospital moderno, com novas tecnologias, em outra área”, frisou o governador.

Casagrande disse que está definido que a atual gestão estadual dará início ao projeto do novo HRAS, já assegurado no Plano Plurianual 2020-2023.  “Ao fim, com o novo hospital pronto, a área atual do Roberto Silvares seria fechada e abriríamos o novo hospital”, disse o governador.

PRIORIDADE REGIONAL

O deputado Freitas lembra que a luta pela construção do novo prédio do Hospital Roberto Silvares foi promessa de sua campanha, identificada como prioridade regional pela população e pelos gestores e profissionais da área de saúde nos municípios.

“Fico muito feliz com a decisão do Governo do Estado e agradeço ao governador Renato Casagrande pela sensibilidade e firmeza no atendimento a essa nossa reivindicação”, argumentou o parlamentar.

Freitas afirma que o governador determinou e o Instituto de Obras Públicas (Iopes) já trabalha na identificação da área, em São Mateus, e na elaboração do projeto do novo HRAS.

“Eu estou acompanhando diuturnamente para que esses dois passos aconteçam este ano, para que, em 2019, nós tenhamos condições de fazer a contratação da obra”.