conteúdo publicitário

Ao todo, a Ouvidoria do MPES recebeu 7.408 ocorrências. Em época da pandemia, a área da Saúde foi a que somou o maior número de denúncias

A Ouvidoria do Ministério Público do Espírito Santo (MPES) recebeu, nos seis primeiros meses desse ano, 7.408 ocorrências. A maior parte das demandas foram relacionadas para a área da saúde, com 1.646 casos.

conteúdo publicitário

Em seguida, aparecem as reclamações nas áreas de concurso público, com 597 demandas; de improbidade administrativa, com 546 casos; e de serviços públicos, com 535 solicitações.

Foram 6.104 manifestações pela internet, 540 por telefone, oito pelo aplicativo “MPES Cidadão”, sete por cartas e 147 pelo canal de denúncias Disque 100 (Disque Direitos Humanos). Mais de cinco mil manifestações foram realizadas anonimamente.

Do total de chamados, o MPES concluiu 7.377 das 7.408 manifestações encaminhadas pelos cidadãos no primeiro semestre de 2021, o que corresponde a 99,6% do total recebido.

O ouvidor-geral do MPES, procurador de Justiça Eliezer Siqueira de Sousa, disse que os números demonstram que, “apesar das dificuldades decorrentes da pandemia, a equipe da Ouvidoria segue envidando esforços para atender plenamente a população”.

A população pode denunciar casos de irregularidades à Ouvidoria do MPES, inclusive de forma anônima, pelos seguintes canais: telefone 127; e-mail: ouvidoria@mpes.mp.br; site ouvidoria.mpes.mp.br; aplicativo: MPES Cidadão; além das Promotorias de Justiça das cidades capixabas e da sede do MPES, na Procuradoria-Geral de Justiça, em Vitória.

Fonte: ES Brasil