publicidade

O Funcitec reúne recursos utilizados no fomento de medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo

O secretário de Desenvolvimento, Heber Resende, presidiu, na manhã desta quarta-feira (20), a primeira reunião de 2019 do Comitê Diretivo do Funcitec/MCI, criado a partir da Mobilização Capixaba pela Inovação e que tem como finalidade o apoio financeiro a programas e projetos de interesse para o desenvolvimento científico e tecnológico do Espírito Santo.

Para Resende, a reunião das entidades participantes contribui para o fortalecimento do ecossistema da inovação no Estado. “Definimos políticas, apreciamos projetos e delimitamos processos para que a inovação se torne cada vez mais presente no Espírito Santo”, disse.

No encontro, foram avaliadas as solicitações de ingresso de novos membros, o processo de análise dos projetos, as modalidades de apoio (inovação nas empresas, fortalecimento do ecossistema e metrologia), os modelos de operação (editais e chamadas, encomendas, convênios, termos de colaboração e de fomento), o trabalho dos grupos técnicos de acompanhamento (GTAs) e os projetos contratados.

Participaram os integrantes do Comitê Diretivo, além de Heber Resende, Cristina Engel, secretária de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Denio Rebello, diretor executivo da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), Michel Simon, subsecretário de Aquicultura e Pesca da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), Léo de Castro, presidente do Sistema Findes, Mateus Freitas, diretor do Sesi e do Senai/ES, Luciano Toledo, representante do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), Anilton Garcia, representante da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Heráclito Amâncio Pereira Júnior, representante da Universidade de Vila Velha (UVV), Cézar Wagner Pinto, do Sindicato Sindicato do Comércio Atacadistas e Distribuidor do Espírito Santo (Sincades), Nailson Dalla Bernardina, do movimento ES em Ação e, como convidado, Guilherme Cavalcanti, do Movimento Atitude Pernambuco, entidade similar ao ES em Ação no referido Estado.

Sobre a MCI e o Funcitec

A MCI foi instituída em 2018 e envolve Governo do Estado, Findes, Ufes, UVV, Ifes, Vale, ArcelorMittal, Fibria, ES Em Ação e Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Espírito Santo (Sincades), além de outros importantes atores do setor produtivo capixaba. O objetivo é discutir, desenvolver e coordenar ações que estimulem a inovação no Estado, de forma a atrair negócios, gerar emprego e renda.

Já o Funcitec reúne recursos utilizados no fomento de medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo. O Fundo é administrado pela Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secti) por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes).

publicidade