CVV oferece atendimento gratuito por telefone, email, chat e Skype.

Quem passa por um momento de dificuldades ou conhece alguém que está abalado emocionalmente pode contar com uma ajuda sem sair de casa. O Centro de Valorização da Vida (CVV), que atua na prevenção de suicídios há 55 anos, realiza atendimentos por meio de telefone, e-mail, chat e Skype. Por ano, cerca de 1 milhão de pessoas são atendidas.

Para ser acompanhado, o interessado pode acessar o site www.cvv.org.br ou ligar para 141. O atendimento é gratuito. Em caso de ligações, a pessoa paga, em média, R$ 0,07 de um telefone fixo e R$ 0,70 de um móvel, por minuto. O acolhimento é feito por voluntários preparados pelo CVV por meio de um curso.

publicidade

Apoio

Eliane Soares é uma das voluntárias do Centro. Ela conversa com a pessoa que busca ajuda de forma acolhedora, sem julgamentos ou conselhos, auxiliando-o a desabafar e clarear as ideias e os sentimentos.

“Ao desabafar, a pessoa tira aquela pressão interior, traz uma sensação de alívio. Como consequência, as ideias e os sentimentos ficam mais claros, auxiliando na tomada de decisões”, explica.

Segundo Eliane, os atendimentos são motivados por vários motivos, como a perda de um parente próximo, notícia de doença, separação conjugal, perda de emprego e violência urbana.

Ligação Gratuita

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) assinou, na última terça-feira (27), a autorização para que as ligações para CVV sejam gratuitas, com a criação de um novo número, o 188, que substituirá o número 141, do CVV. Segundo a agência, a mudança deve ocorrer em seis meses.