A taxa de inscrição é de R$ 138,00 e cinco por cento das vagas serão destinadas aos candidatos portadores de deficiência. A prova objetiva está marcada para o dia 14 de julho

Resta apenas uma semana para o encerramento das inscrições para o concurso para o cargo de delegado da Polícia Civil do Espírito Santo. Os interessados em concorrer a uma das 33 vagas devem se inscrever até a próxima quarta-feira (24), no site da banca organizadora do certame https://concursos.institutoacesso.org.br. O salário inicial é de R$ R$ 10.058,56, com dedicação exclusiva e carga horária de 40 horas semanais.

A taxa de inscrição é de R$ 138,00 e cinco por cento das vagas serão destinadas aos candidatos portadores de deficiência. A prova objetiva está marcada para o dia 14 de julho. Ao todo, serão 120 questões de múltipla escolha, as quais vão abordar conhecimentos da área de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo, Criminologia, Direito Constitucional, Direitos Humanos, Direito Civil, Medicina Legal Judiciária e Legislação Estadual.

Para prosseguir para as etapas seguintes, o candidato deverá obter, no mínimo, 50% de acertos na prova objetiva. O certame também é composto por prova discursiva; exames de aptidão física, sanidade física e metal e o psicotécnico; prova oral; avaliação de títulos e a comprovação do tempo mínimo de prática forense ou atividade policial; sindicância de vida pregressa e por fim, o curso de formação, nessa ordem. Todas as etapas são de caráter eliminatório e classificatório e serão aplicadas na Região da Grande Vitória. Durante o curso de formação, o candidato receberá auxílio financeiro de R$ 5.029,28.

- CONTEÚDO PUBLICITÁRIO -

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, explica como atua um delegado de polícia. “Ele tem a atribuição de instaurar e presidir a investigação criminal, assim como orientar e comandar unidades policiais (Distritos Policiais, Delegacias, Superintendências e setores administrativos do Polícia Civil). Ou seja, cabe ao delegado planejar e participar das operações e ações de polícia judiciária”, informa.

Arruda também destaca quais são as características necessárias para obter sucesso na carreira. “Para ser um bom delegado é necessário ter conhecimento jurídico apurado, coragem e determinação, além de ser uma pessoa íntegra. Também é essencial ser uma pessoa capaz de assumir responsabilidades e liderar equipes. Ser delegado de polícia é uma vocação, pois é preciso querer ser e se dedicar para exercer, da melhor forma possível, essa função em prol da sociedade”, ressalta.

Requisitos do concurso

Para concorrer a uma das vagas o candidato deverá apresentar comprovação de curso superior de Bacharel em Direito, comprovar três anos de prática forense após a conclusão do curso de Direito, ou três anos de atividade policial em qualquer instituição de segurança pública prevista no art. 144 da Constituição Federal.

Os demais requisitos para o cargo estão no edital do concurso e na Lei Complementar nº 844/2016.